Portoferraio ou o fedor

Portoferraio é um dos poucos exemplos negativos até agora quando se trata de minhas impressões de viajar por terras italianas.

Portoferraio ou o fedor

Cidade quente e fedorenta à beira-mar. E eu poderia parar por aí. Ele captura minha impressão deste lugar. No entanto, entre os vapores do ar quente (que era desprovido de qualidades aromáticas positivas) pode-se ver um enorme forte (ignorando o fato de inúmeras galerias).

Como tínhamos tempo para sair, fizemos uma parada. O primeiro café na praia administrado por uma assustadora garota italiana. E mais uma vez se confirmou que os lugares mais baratos e mais saborosos são nesses lugares, ou seja, administrados por italianos comuns, onde a decoração é um pouco caseira, tão comum. Já estive em alguns restaurantes italianos caros, mas não encontrei nada além de uma carteira vazia.

Pensamentos sobre o moinho de vento – Explicação

O blog mudou de outra página (ThiDoIn). Não tenho força ou tempo para vasculhar fotos e definir novas sem marca d’água. No entanto, gostaria de anunciar que tanto as fotos quanto os vídeos, e mais ainda a palavra escrita neste blog de viagens, são todos meus.

Sinto que encontrei o refúgio definitivo para esta parte da minha vida que gostaria de descrever. Os pensamentos sobre o moinho de vento são um bom nome para refletir minha vida. Algum caos e inconsistência. Felizmente, às vezes na minha vida vou encontrar tempo para ver alguma atração turística interessante e às vezes (mas com menos frequência do que eu gostaria) vou descrevê-la neste blog de viagens. Ao mesmo tempo, gerencio um site onde posto uma crítica de filmes (mas também classifico séries). Eu convido você! (link).